Notícias - 25/07/2019

Educação de Encantado começa a construir sua base curricular personalizada

A Educação de Encantado iniciou, na tarde desta quarta-feira, dia 24, um estudo aprofundado sobre o que será ensino aos alunos da rede municipal, a partir de 2020.

A construção da Base Nacional Curricular Comum terá particularidades específicas, com base na realidade de Encantado.

O encontro desta quarta-feira foi o primeiro, de um total de quatro. Participaram professores, coordenadores pedagógicos e diretores de todas as escolas municipais, e também as diretoras das escolas estaduais.

A integração das redes, de acordo com a secretária de Educação e Cultura, Greicy Weschenfelder, visa aprofundar ainda mais o debate em torno dos conteúdos a serem construídos. Além disso, é para escola estadual que grande parte dos alunos da rede municipal irá assim que concluir o Ensino Fundamental. “Precisamos estar alinhados desde o início”, completa.

O prefeito Adroaldo Conzatti participou da abertura dos trabalhos. Ele citou, novamente, a realidade educacional de Sobral, município cearense visitado no início do ano letivo, e que lidera o ranking dos índices do Ideb nacional. Conzatti resgatou a questão do zoneamento, implantado em 2018 e que, apesar das críticas iniciais, tem se consolidado no objetivo de fortalecer os laços entre os estudantes, suas famílias e sua comunidade. “O aluno de cada escola não é do pai ou da mãe; o aluno é da comunidade em que ele vive”, frisa.

Para o prefeito, a base curricular comum é uma orientação do Ministério da Educação. Entretanto, ajustá-la de acordo com a realidade do município, é uma iniciativa inovadora, pioneira em Encantado.

Representantes de cada área de ensino foram escolhidos pelo grupo para serem os redatores das propostas. Entretanto, todos os profissionais deverão participar da construção. Os próximos encontros ocorrem em setembro, outubro e novembro. O documento será apresentado oficialmente ao Conselho Municipal de Educação em dezembro, em ato oficial.

Plataforma virtual

A Secretaria de Educação e Cultura lançará, em breve, um aplicativo por meio do qual toda a comunidade poderá contribuir com a construção do referido plano. Conforme Greicy, a ferramenta também é uma iniciativa inovadora no município, e permitirá que qualquer cidadão dê sua opinião, sua sugestão sobre como deve ser o ensino de nossas crianças e jovens.

Baixar as fotos